Musculosos e siliconadas são o assunto nas redes sociais

Há quem reclame da falta de qualidade do programa. Poucos admitem que assistem ou acompanham a saga dos confinados. Mas, a se considerar os números que apuram os assuntos mais comentados nas redes sociais na internet, o Big Brother Brasil monopoliza interesses. Nos primeiros 11 dias do ano, foram registradas mais de 510 mil mensagens citando expressões como “Big Brother”, “BBB11” e outras variações.

Em segundo lugar com cerca de 290 mil citações, aparece o jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho, que teve seu passe negociado e comprado pelo time carioca Flamengo. Já a posse da primeira mulher na presidência da república do País, Dilma Rousseff, apareceu apenas na terceira posição com 200 mil menções. E mesmo assim, com os comentários concentrados no dia da posse, em primeiro de janeiro. Ou seja, nem mesmo a quebra de um paradigma mereceu tanto atenção quanto o reality show da Globo.

Para consolo dos que reclamam do império da futilidade que domina o Brasil e por tabela as conversações livres na internet, a mocinha 43 anos mais jovem que o marido Marcela Temer, que causou furor na imprensa (com destaque no dominical Fantástico que até tentou lançar a moda da trança lateral que foi usada por ela na cerimônia na festa da posse), recebeu meras 40 mil mensagens. Ficou até mesmo atrás das estranhas peripécias da novela Passione, da Rede Globo, que teve um personagem morto-vivo, o Totó vivido por Tony Ramos. A novela ficou em quarto lugar e atraiu quase 100 mil citações nos últimos dez dias.

Diante desse monitoramento realizado pelo Ibope Nielsen Online, fica evidente que as intrigas coreografadas com musculosos e siliconadas são definitivamente um sucesso de público, e mesmo o de maior poder aquisitivo que fica conectado às redes sociais.

Os executivos da Globo, aliás, não têm do que reclamar. As edições do reality show tem tido sua grade de anunciantes repleta. Só em ações de merchandising o BBB terá 14 marcas. Ou seja, quase toda a movimentação dos participantes dentro da casa monitorada pelo apresentador Pedro Bial terá alguma assinatura de alguma empresa. Até o momento, a nova edição do BBB está se configurando como o melhor resultado de faturamento da emissora na categoria. Somente o valor de cada uma das cinco cotas de patrocínio foi de R$ 16,9 milhões. Nesse valor não estão contabilizadas as ações de merchandising.

No exterior, em especial nos países mais desenvolvidos, o fenômeno dos reality shows – que são as variações desses programas televisivos baseados na vida real em que grupos de pessoas famosas ou não ficam confinadas por períodos predeterminados – vivem fase decadente há tempos. Algumas edições foram até canceladas.

Lá os telespectadores se desinteressaram dos acontecimentos retratados, por desconfiam que nada seja exatamente fruto de qualquer realidade. Essa decadência tem feito a festa de os produtores de teledramaturgia, que estavam perdendo espaço para essas experiência televisiva. No Brasil, atores, roteiristas e outros profissionais do meio devem permanecer na torcida para o enfraquecimento dessa exibição sem qualidade das mazelas humanas.

About these ads
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 58 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: